O maior guia Para endurance blue composicao

Na Esquadra brasileira, a questão é como manter a rotina do compromissos da Força por Superfície utilizando ao menos 3 fragatas classe Niterói e duas Género 22 pelo fim por sua própria vida útil, para além por 1 nível do exigência exageradamente Inconveniente para as 3 unidades da classe Amazonas e para a corveta Barroso (V34).

Na realidade, só se saberá este qual será tal “Classe Tamandaré” e quanto esses navios iram custar, no final do ano!

É melhor finalizar este RFP de nossas corvetas e/ou fragatas novas e se tiver de que comprar algo do oportunidade, que se compre as fragatas australianas OHP com ESTES mísseis SM2 e com menos uso, aí sim deteríamos algo a mais em minha e sua esquadra.

Na posicao 17,sabia qual o canada esta atras do País do futebol ? E ai,ele nao deveria ser uma mega ultra super potencia por causa por sua própria extencao territorial ? Me informe tbm por gentileza onde de que as tamandares(qual nao sao corvetas mas sim como o proprio texto supra falou,fragatas) sao “tapa buraco”? Pq seguindo sua própria “brilhante” logica qualquer aquisicao é tapa buraco ou quebra galho. Me indique um pais da america do sul que faça seus proprios submarionos e que possua este ciclo completo da tecnologia nuclear alem da “putência” aqui…..

ou sou errado? Quanto as “nossas” FFAA DESARMADAS estarem eternamente… desarmadas e gastando erário público comprando porcaria posta em uzo até este ” osso”, a questão é simples…nãeste há o de que discutir……nossos “donos”… aquela tiurma galeguinha Destes zóio azul não permite….nãeste “autoriza” FFAA realmente modernas…equipadas…mantém a colônia sob rígido “contróle”…rsrsr…Nesse caso foi….Assim sendo é e pelo atravessar da carruagem….assim sempre será….infelizmente. A coisa é simples. O resto será eterna discussãeste que logicamente nunca chegará em lugar destemido…

Quanto as Type 23, já manter-seãeste Muito mais quebradas de que arroz por terceira por essa época… Não enxergo-as como opçãeste…

Por enquanto, o de que existe acerca da presença por fragatas britânicas classe Duke – Tipo 23 –, na Esquadra brasileira, a partir de meados da próxima dfoicada, são… dúvidas.

Mas confesso de que fiquei desapontado ao olhar qual o último ato publicado foi a análise de recursos ao edital para contrataçãeste do serviçeste do certificação do projeto básico do navio, utilizando marcaçãeste do dia 30/01/17 para abertura Destes envelopes usando as ofertas. Achava que o projeto estava Muito mais adiantado…:

É elementar qual a independência tecnológica faz parte da estratfoigia por defesa de uma nação, só os subdesenvolvidos nãeste entendem isso

O único fato concreto é este processo do escolha das Tamadarés, e arrisco dizer de que isso será determinante aos próximos passos da MB.

Francamente, este tempo para navios britânicos já passou… A oportunidade maior apresentou-se a dez como tomar o endurance blue anos atrás, quando da desativação DE Type 22 do terceiro lote.

Imaginar de que o roubo só da Petrobras daria para construir fundo aqui….mesmo saindo Muito mais custoso o dinheiro teria sido bem empregado e DISTRIBUUIDO.

Caberá aos especialistas do Arsenal do Marinha a tarefa por terminar o navio – empreendimento que, de entendimento com apuraçãeste feita pelo Poder Naval, só estará concluído no segundo semestre do 2019 composição endurance blue – caso, é claro, haja verbas e disponibilidade por mão-do-obra qualificada para o serviço.

E só para esclarecer…não considero as T-23s como tomar endurance blue velhas e/ou obsoletas e sim de que a prática da marinha chilena e do outras marinhas é adquirir navios relativamente novos e por isso

Nãeste há nada pelo mercado de que seja melhor do que as type 23. Mesmo as Australianas não são tão bem cotadas comoas velhas e quarentonas type 23.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *